20 abril 2016

Vai, o futuro já é o agora

Não se trata de como viver sem ter medo do que vai acontecer, se trata de viver sem esperar por que algo aconteça. Esta acontecendo, já é aqui e agora. Sempre me preocupei com os próximos dias. E este aqui? Ele também já foi o dia pelo qual esperei. Repara no que esta priorizando, deixando algo para trás tão valioso quanto. O dia que eu espero nunca vai chegar, pois o futuro é o presente que vivemos. Pensa bem. Olha que o mundo ta girando e a gente ta perdendo tempo.

Parece que as coisas boas só vão acontecerem daqui uns dias, mas estes dias nunca chegam. Eu entendo, também espero por eles. Mas pra que esperar, ser feliz não tem tempo certo. O certo é aproveitar o agora.  

Olha lá, vê que a vida ta seguindo, e as coisas estão mudando, mas antes já era bom, você só não soube reconhecer. Eu também não, ou só não dei tanta importância. Note que seus sonhos ficam cada vez mais distantes, pois tu ta esperando por eles, mas sem agir. Sei que você espera que o futuro, chegue com tudo resolvido, mas não vai. É tudo consequência, o seu amanhã vai depender do que esta fazendo agora, então faz por onde, olha ao seu redor. Não espere, isso você já fez a vida toda.

Além disso, também preciso dizer, pode nem mesmo chegar, é incerto demais pra perder tempo em meio a estes devaneios. Se joga. Vai sem pressa, mas fica de olho no tempo, ele não espera, mas também não vai fugir de ti. Nem é a questão do tempo em si, mas de que nós talvez tenhamos que aprender, que a nossa vontade de fazer, no presente, pode gerar a melhor consequência, se tornando mais do que esperávamos. É dar o primeiro passo, mesmo com pouco espaço a sua frente.


29 fevereiro 2016

É difícil perceber, são detalhes

Feche os olhos, assim perceberá que para ficar no escuro só é necessário um piscar. Quantas coisas nos deixam levar, e distraem nos de um simples detalhe. A questão não é deixar de se importar com algo para se importar com outra coisa. Trata-se de igualar as casas, há tantas coisas que merecem atenção. É um encontro de pequenos detalhes. Não flui quando a balança esta desequilibrada, um esforço enorme aqui, não irá fazer o papel de todos os outros que também precisam de um empurrão.

Colocar intensidade onde não tem base suficiente para uma estrutura, é perder forças, perder esperanças. É perder a noção de que um milhão vezes zero, continua sendo zero. Se você empurra uma pedra que esta a sua esquerda com tamanha força ela poderá ir bem longe, mas também é provável que não atinja o alvo que almeja. Talvez a direita sim. São apenas hipóteses, que não podem serem descartadas, não quando se tem outras chances.

Há motivos que te convencem a desistir, é inevitável, são os primeiros pensamentos que vem a tona. Sem importância. Já não é mais hora pra pensar em quantos motivos se tem. É a hora de ver se é mesmo a hora de desistir. Sejamos francos. Quando chega, no fundo do coração, e na ponta do cérebro, a gente sabe. A gente sabe porque não queríamos que chegasse esse momento, porque queríamos acertar o alvo, alcançar nossa meta. E saber que o melhor a se fazer é parar, é a parte mais dolorosa em que preferíamos não acreditar. Mas acredite, a gente sabe.E também sabemos que desistir não é parar, é apenas tentar outra maneira, de todas que estiver ao alcance, e as que você não estiver, com o tempo vem a vida e te ergue.

Afinal, o que seria dos dias se não existissem os próximos. Depois dos erros os acertos. Mesmo com inúmeras teorias, as chances de não sair como o previsto é enorme. Nos resta arriscar. Conscientes de que tudo é feito por tentativas, e nem todas podem serem iguais. O segredo esta nos detalhes. Só não percebemos quais são estes. Os que vão fazer todo o sentido, aquele código que você tenta descobrir com as respostas mais complicadas. Talvez o segredo seja este. As coisas são simples para que nos engane tentando complica-las, na verdade, é nós que nos enganamos. 

25 janeiro 2016

Pote da gratidão

A gratidão, o sentimento essencial para a vida, ser agradecido, por aquilo que temos, tornando-se o suficiente, agradecer a vida, e quanto mais dessa sensação se tiver, menos problemas e resmungos os nossos dias terão. Para começar e terminar este ano de 2016 com chave de ouro, resolvi criar o meu pote da gratidão, para registrar aquilo pelo qual serei grata, dia após dia, desse nova vida que se restaura para uma nova chance de ser feliz. Convido vocês a começarem a cultivar o hábito da gratidão juntamente comigo, pois assim, coisas boas sempre acontecerão. Registrando apenas em um papelzinho, aquilo que nos fez sentirmos bem, oferecendo a Deus nossas alegrias na qual Ele pode conceber.


É simples, mas fiz de coração, e espero que vocês gostem e inspirem a criarem o de vocês. Utilizei aquilo que já tinha em casa mesmo, e amei o resultado.


Peguei o pote de uma máscara de cabelo, lavei bem e tirei o rótulo para começar a customiza-lo. Vocês podem pegar um de vidro, ou o mais acessível que tiverem. É necessário um palito, uma tinta e um pedaço de papelão.


Pinguei a tinta no papelão, e utilizando o palito escrevi a palavra gratidão e fiz um risquinho embaixo como se fosse um galho, inspirado nesta imagem. Caso queiram, podem escrever "pote da gratidão", no meu caso achei que assim ficaria melhor.


Para a próxima etapa vocês irão precisar de uma super cola, e algumas lantejoulas, ou algum outro item para decorar o fim do pote.


Na barra do fim do pote aplique a super cola, e posicione a lantejoula, rodeando o pote do começo ao fim, para não colarem o dedo e fixar melhor a lantejoula, empurre-a com ponta da tesoura para firma-la.


O pote já esta pronto, mas usem a imaginação e o que tiverem a disposição para decora-lo.


Vamos para a outra parte,para poder segurar os papéis no qual serão escritos os agradecimentos, vamos decorar um clips. Utilize um esmalte de cor a sua preferência ou uma tinta e pinte o clips, primeiro de um lado, e depois do outro, com um intervalo de aproximadamente 15 minutos para cada lado secar. Depois podem colar uma lantejoula em cima para ficar mais fofo.


Utilizem uma folha de sulfite ou de caderno de desenho para cortar os papéis em quadradinhos pequenos, como mostra na imagem, e em seguida coloquem os presos no clips, prontos para uso e guardadinhos.


Para que no fim do ano ao ler e abrir todos os momentos de gratidão nos lembremos exatamente como foi, ou para que temos uma noção de quando aconteceu, anote em cima a data. Talvez nem todos os dias aconteçam coisas tão marcantes, como geralmente só nos lembramos de agradecer por elas, mas tentem procurar por aquilo que passou despercebido, motivos para ser grato não faltam, nós é que nem sempre os reconhecemos.


Fechem e os coloquem dentro do pote. Independente de quando começarem, a ideia e o propósito será o mesmo, mas o quanto antes melhor.

Conto com vocês para começarem a agradecer de uma maneira diferente as coisas pelas quais nos fazem continuarem de pé, precisamos reclamarmos menos. Uma vez vi uma publicação no qual deixava a seguinte reflexão: "Já pensou se o que você reclamasse hoje, amanhã não tivesse mais? E se você acordasse apenas com o que agradeceu na noite anterior?", comecei a pensar mais a respeito, e vi que eu estava agindo errado, então fiquei motivada a melhorar, para que não somente este ano, mas todos, eu possa conseguir viver melhor, e acima de tudo, inundada de gratidão.

Beijos amores, espero que gostem da ideia e me mandem o resultado do pote de vocês!
Layout por Heloise Oliveira - Tecnologia Blogger