26 maio 2015

Vulnerável ás lágrimas

Apesar de pequenas possuem tamanha força capaz de ir contra a minha própria vontade. Não consigo segurar minhas lágrimas, e por mais que eu tente, elas sempre escorrem. Eu estava ali no cantinho do meu quarto, magoada por coisa desnecessária que nem merecia que eu desse tamanha importância, e independentemente da minha idade sempre irei chorar por coisas bobas, e eu odeio ser assim. É horrível se sentir frágil a ponto de ficar mal por algo que muitos estariam rindo, eu tento, me esforço ao máximo, mas não dá. As vezes em certos lugares pelo fato de estar rodeada de pessoas que iram poder ver, que a tristeza vem á tona, eu até consigo, mas só naquele momento, pois guardo dentro de mim e assim que eu puder ficar sozinha, retirar todas essas lágrimas antes que me afogue aqui por dentro. Demonstrar os sentimentos é algo valioso, porém como tudo em excesso acaba se tornando prejudicial, e de fato, demonstrar demais o que eu sinto não é nada bom para mim. Mas prefiro fazer com que isso, mesmo assim seja bom, procuro ver sempre o lado bom das coisas, e com os meus sentimentos não seria diferente.
Vulnerável ás lágrimas, é eu sou assim, e por mais que ás vezes eu a engula sempre chega uma hora que transborda, e aquele choro imenso escorre pelo meu rosto.
Tem dias que bate uma vontade de chorar mas eu não consigo, não por impulso próprio, mas eu coloco algumas músicas tristes e num piscar de olhos elas já estão ali regando a minha face. Isso é estranho, quando eu quero não consigo, e quando eu não quero elas vem com uma facilidade enorme.
Mesmo que o choro tenha como grande significado a tristeza, ele é muito importante, pois de certa forma é essencial em nossas vidas. Não necessariamente simbolize só tristeza, pois o choro é uma consequência da emoção, seja ela boa ou não, portanto também pertence a felicidade.
Quem sabe algum dia eu possua controle sobre meus sentimentos e evite de mostrar minha fraqueza as pessoas ao meu redor, e deixe de ser vulnerável.

24 maio 2015

Batons novos: Lilás Vibrante + Tangerina Splash

Oii meninas tudo bem? Espero que estejam, eu estou haha. No post de hoje vou mostrar pra vocês dois batons que ganhei recentemente da minha tia e minha vó, e na verdade um deles eu mesma que escolhi, porque eu tava louca por um batom roxo, embora esse não tenha exatamente a cor que eu queria, mas amei do mesmo jeito. Ah e estes são os meus queridinhos do momento!
Estes são batons da Avon, da linha Color Trend - Hidratante FPS 15, no qual hidrata e protege os lábios de verdade mesmo, o que eu amei pois minha boca resseca muito fácil. Na foto vocês vão ver que eles já ate estão gastos, to usando muito mesmo.
A embalagem deles é muito fofa, branca e com uma transparência quase na metade dando a oportunidade de ver a cor e não confundir na hora de pegar um deles.
Lilás Vibrante - Ele é cremoso e para conseguir uma cor legal nos lábios foi preciso passar algumas vezes pois ele ficou bem clarinho de primeira. Quanto a durabilidade sem precisar retocar é aproximadamente 2 horas, mas é só carregar o batom junto que o problema ta resolvido. Na foto ele está um pouco mais escuro que o real, pois ele é mais puxado pro rosa, o que me decepcionou, mas também onde já se viu eu esperar que o batom fosse a mesma cor do frufru da Dailus, haha só eu mesma hein.
Tangerina Splash - A consistência dele é praticamente a mesma do batom mostrado anteriormente, também precisei passar várias meses até obter a cor forte. Por ser bem cremoso antes de passa-lo eu passei pó nos lábios e já notei uma boa diferença. A cor é bem próxima há salmão com um vermelhinho, e ele é brilhoso. Na foto ele esta claro mas é bem mais pigmentado, ele é incrível e bem diferente dos batons que eu havia usado, pois eu sempre usei na linha dos rosas, agora estou variando e amando.
Os batons foram comprados pela revista da Avon, de uma revendedora, o preço é bem acessível, não me lembro ao exato mas foi em cerca de 7 reais. Particularmente eu os achei muito bons e vale a pena, como eu disse lá em cima são os meus novos queridinhos, meus amores!
Esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado, já era pra eu ter falado deles aqui pois já ganhei faz um tempinho, mas acabei esquecendo. Beijos meninas, comentem se gostaram ou se vocês tem um desses e como esta sendo a experiência com os mesmos. Até o próximo post!

21 maio 2015

DIY: Laço para cabelo

Oii meninas, tudo bem? no post de hoje vou ensinar como fazer laços para por no cabelo, você vai ficar muito linda e moderninha, uahsuahs. Eu acho muito fofo laços e eles me lembram muito aquelas imagens de tumblr, então me inspirei para fazer, pois eu amo customização, é tão bom usar algo sabendo que aquilo foi produzido por mim mesma. Me desculpem pela qualidade das imagens, não tenho câmera profissional e a do meu celular é muito ruim.
Sei que o meu laço não ficou perfeitinho mas eu amei o resultado mesmo assim. Então vamos ao DIY:
Vocês iram utilizar coisas simples que provavelmente já tenham em casa. O pano você pode cortar de alguma roupa que não usem mais, ou algum tecido que já tiverem. Também irão precisar de uma "xuxinha" que é o elástico de amarrar cabelo, uma tesoura e a super cola.
1. Primeiramente pegue o pano/tecido no qual você irá fazer o laço e o dobre no meio para saber onde se deve cortar.
2. Corte de acordo com sua marcação e medida á sua preferencia.
3. Pegue a super cola e cole a beirada do tecido pra dentro para que não desfie as pontas.
4. Cole os dois lados.
5. Dobre no meio, passe a super cola e cole assim como mostra na imagem.
6. Forme o laço com os dedos, apertando no meio para se ter uma base.
7. Corte um tirinha fina e comprida.
8. Coloque a tirinha cortada no meio do laço, e passe o elástico de amarrar cabelo no meio dele para que fique preso ao laço, passe a cola para fechar.
9. O laço ficou pronto.
Esse foi o resultado meninas, espero que vocês gostem e também façam o de vocês, ah e se fizerem por favor me mandem hein, irei ficar muito feliz! Beijos.

17 maio 2015

Anéis de falange

Oii meninas. No post de hoje vamos ver algumas inspirações do anel que já vem sendo usado há um tempinho por muitas meninas. Apesar de já não ser mais aquela febre, os tais continuam sendo muito usados, pois não precisamos deixar de usar algo só por não estar na moda, não como antes, pois essa tendência vai permanecer por muito tempo.
Os anéis de falange são caracterizados por serem menores para que possa ser usado na falange dos dedos, ou seja, na parte superior.
Além de serem fofos dão um toque muito charmoso aos dedos, deixando as mãos lindas. O interessante é que você pode montar suas combinações, colocando os anéis normais também. São várias as formas que você pode usa-lo e arrasar.
Não importa a quantidade de anéis que você esteja usando, esse mix fica deslumbrante, porém é necessário adequar a situação no qual você estará usando para não sobrecarregar o look.
Os pingentes dão todo um toque especial,  e você pode encontrar de muitas maneiras, com laços, corações, cruzes, estrelas, pedrinhas de strass e outras fofuras.
Esse acessório que praticamente todas vocês já conheciam, acredito que não deixarão de serem usados dentre nós meninas, afinal ele completa o look e da um apoio aos anéis normais deixando as unhas muito mais charmosas. Se inspirem nas imagens para montar a combinação de vocês com o anel.
Ah e claro que também as unhas contam para dar um up nas mãos, mesmo que as vezes o anel venha a chamar mais atenção.
Então meninas este foi o post de hoje, espero que gostem e comentem aqui embaixo a opinião de vocês, de como vocês preferem usa-lo, só os de falange ou intercalando com os normais, poucos ou muitos.. enfim digam a opinião de vocês. Beijos e até o próximo! 

16 maio 2015

Palavra amiga: Sentir-se sozinha

Desabafo: É tão doloroso me sentir sozinha mesmo com várias pessoas ao meu lado, essa é a pior solidão que existe, aquela que você mesmo não estando, você sabe que no fundo esta sim. Tenho a impressão de que ninguém ao meu redor gosta de mim de verdade, que ninguém se importa com o que eu sinto ou penso, me sinto um tanto faz, que estando ali ou não, não faz a menor diferença. Talvez eu esteja querendo exigir muito das pessoas, mas por mais que eu me esforce, eu sempre sinto esse aperto no coração.
Palavra amiga: Muitas vezes não somos valorizados pelas pessoas que consideramos importantes, mas será que estamos dando o devido valor há elas também? Demonstrar sentimentos para uns é fácil, já outros possuem tamanha dificuldade, então se sentir sozinha não necessariamente quer dizer que você esteja.
Todos nós somos especiais a nossa maneira. Sempre terão pessoas ao nosso lado, mesmo que ao nossos olhos pareçam invisíveis, e isso talvez seja o fato que faça você se sentir sozinha. Se ame para reconhecer a ti e facilitar o seu reconhecimento em meio as pessoas ao seu redor, acredite no seu potencial, pois você tem, basta acreditar, acreditar que você é importante, acreditar que há pessoas que querem realmente o seu bem, saiba confiar em Deus, Ele nunca te abandona e envia anjos na terra para cuidarem de ti.
A vida nem sempre vai ser fácil, momentos tristes virão e juntamente deles os pensamentos negativos também, são eles os responsáveis por essa solidão, criada por nós mesmas, então somos capazes de fugir dela, de desfazer este nó que sufoca. Eu já me senti assim e sei o quanto dói até que chegou uma hora onde eu não sabia mais inventar uma desculpa para me sentir só. É fácil falar, eu sei que já dei muitos conselhos mesmo não seguindo eles para mim mesma, mas não porque eles não eram bons, e sim porque eu não tomava iniciativa, não tentava, ficava deitada esperando por algo que não ia acontecer sem eu me esforçar para isto.
Ninguém esta sozinho neste mundo, Deus, nossa família e amigos se importam com nós. Basta que saibamos por este amor em nossos corações e preenche-los, pois é dado a nossa mão, se ficarmos bobeando sem logo o guardar, ele voa.

Mande o seu desabafo para o email: ulhyana.mota@hotmail.com e participe do próximo post.

15 maio 2015

#Tag: De tudo um pouco

Oii meninas, hoje irei responder a uma tag muito legal: #DeTudoUmPouco.  Pois através dela vocês poderão conhecer um pouco mais sobre mim, e também conhecer outros blogs. Fui tagueada pelo blogs Brisa de Menina e Andressa Nogueira.
As regras são:
1- Responder todas as perguntas.
2- Indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores.
3- Colocar o selo da tag.
4- Colocar o link do blog que te indicou.

Então vamos a tag.
1) Qual seu estilo musical preferido?
Gosto de quase todos dependendo da letra que conter, mas o preferido ainda é sertanejo universitário.

2) Qual a sua peça de roupa, queridinha do momento?
Apesar de que sempre foi e sempre vai ser, a saia jeans, pois atualmente minha paixão por ela aumentou ainda mais.

3) Qual dos seus esmaltes são os mais divos?
O coque e o cintura alta da risqué, perfeitos.

4) Short ou saia?
Gosto dos dois na mesma intensidade, então fica difícil escolher apenas um.

5) Cabelo liso ou cacheado?
Muitos não sabem mas meu cabelo natural é cacheado, porém eu uso todos os dias com chapinha, pois meus cachos armam muito, então estou esperando ele crescer um pouco mais, porém é claro que também o uso naturalmente. Não tenho um tipo preferido, pois gosto de variar.

6) Salto ou sapatilha?
Sapatilha.

7) Brigadeiro ou sorvete?
Não resisto á chocolate, então brigadeiro.

8) Doce ou salgado?
Pergunta complicada hein, haha, mas acho que salgado.

9) Como você define seu estilo?
Gosto de variar, meu humor e a ocasião também influenciam, mas o definiria como delicado.

10) Você é do tipo consumista ou compra o básico?
Sou moderada, compro apenas o básico, sem muitos exageros.

11) Você se considera vaidosa?
Sim mas sem exageros, pois é indispensável o cuidado com nós mesmas.

13 maio 2015

Não reclame, intenda!

Tudo na vida tem suas complicações, é normal e sempre será assim até mesmo porque se fosse tudo fácil que graça teria viver? afinal, o que seria viver se não tivesse barreiras para enfrentar até se alcançar algo? Porque vinhemos ao mundo para ser feliz, e isso exige que realizemos nossos sonhos e objetivos, então se tudo fosse tão simples de se conquistar teríamos tudo e não teria o porque lutar, o porque sofrer, coisas valiosas são difíceis.
Reclamar não ajuda em nada, pelo contrário só atrapalha, isso faz com que nós mesmos nos prejudicamos, pois o problema vai continuar ali, ficar só falando e se estressando por ele sem ao menos tentar.
Intender é uma forma de nos conformar com a situação, isso sim ajuda e muito, além de nos sentirmos mais confortáveis estaremos com positividade de dias melhores e de uma vitória lá no fim, isso faz com que a nossa garra aumente e tenhamos mais vontade e determinação de lutar, de enfrentar as coisas independente do tamanho que elas são, só conseguimos algo a partir de tentativas.
As vezes as coisas nos revoltam mesmo e acabamos reclamando, achado injusto, mas tudo o que aparentemente parece ruim pode ser de suma importância em nossas vidas, basta analisarmos bem antes de tirarmos conclusões precipitadas, é só intender, intender que o que acontece é pra te ensinar, pra te fortalecer, pra te provar e saber que você é merecedor e em meio ás tempestades permaneceu no caminho certo segurando um guarda-chuva, se protegendo com a sua força, a sua capacidade.
Então vamos aceitar que as dificuldades existem e sempre vão existirem, pois se não fossem elas a vida não seria como é e nós não seríamos quem somos, tudo onde tem muito do seu esforço é retribuído na mesma proporcionalidade.

11 maio 2015

Um breve momento

Sentada no sofá com o celular na mão e a televisão ligada se quer eu estava prestando atenção em ambos. Minhas irmãs no outro sofa assistindo em meio a risos. E eu com os pensamentos em outro lugar, ou ate mesmo em nenhum. Foi como se o mundo estivesse parado, e eu não sabia quem eu era ou o que estava fazendo ali. Um aperto no coração vinha a tona a todo instante, e ele batendo aceleradamente, eu não aguentei, tive que ir pro meu quarto, senti que era o momento certo pra por pra fora em lágrimas aquilo que eu ja não estava mais intendendo aqui dentro. Deitada na cama, com a luz apagada e a janela aberta, me cobri com a coberta num gesto desesperado, eu tentava buscar uma resposta, e em meio há tantos palpites nenhum era a explicação correta, a sensação de angustia só aumentava. O tempo passando, eu já via a lua trazendo o anoitecer, e o choro continuava, cheguei a soluçar. Aos poucos eu conseguia intender o que se passava no meu coração, ou o que meu cérebro queria que eu achasse, estava tudo confuso que não conseguia entrar em acordo com a emoção e a razão. Eu só queria intender, poxa como eu não sabia o que estava acontecendo comigo mesma? Então me dei conta que tem dias que por mais que nada esteja acontecendo bate uma tristeza, e eu deixava ela bater, porque as vezes a dor é necessária, e naquele momento eu só precisava sentir, precisava fechar as feridas que vinha acumulando, desabafar pra conseguir seguir em frente, e em meio há aquela luta interna eu me mantia firme pra conseguir sempre ter esperanças, fases de desânimo era o que sempre iria acontecer e que já aconteceram. Naquela hora eu abri meu bloco de notas e comecei a escrever, comecei a por em palavras tudo, foi como se o céu nublado estivesse se abrindo e consegui realmente traduzir os meus sentimentos. Meu coração foi se acalmando, eu ja não ouvia seus gritos, já estava começando a ouvir um silêncio, e o ponto final do meu texto só entrou em ação quando a última lágrima caiu. Li o que escrevi e percebi que no começo aquelas palavras amargas tinham no fim ficado doces, e se com elas foi assim, porque na minha vida também não seria? Alias, naquele momento as palavras foram a minha vida. Limpei o rosto, abri a porta do quarto e voltei pra sala, que estava do mesmo jeito, a televisão ligada e minhas irmãs atentas há ela, sentei e agi naturalmente, pois ninguém precisava saber, aliás não tinha o que se fazer, então sorri, pois em meio as tempestades no fim sempre aparecerá um arco íris, e dias chuvosos sempre virão mesmo, mas o sol volta a toda manhã, e isso se pode ter toda a certeza.

10 maio 2015

Palavra amiga: Novo quadro do blog?


Oii meninas, tudo bem com vocês? Neste post vou abrir um assunto que dará inicio a outros posts que formarão um quadro aqui para o blog.
As pessoas andam muito egoístas uma com as outras e não importam com os outros além de si mesmas. Já cansei de ver pessoas que quando alguém desabafa com ela tentando buscar uma solução, ela responde seco, como se fosse um tanto faz, "vixi", "nossa", "que pena", "poise", respostas assim não ajudam em nada.
Todos nós temos momentos em que não estamos bem, e então mesmo que nosso problema não tenha uma solução de imediata, uma palavra amiga sempre ajuda, torna tudo melhor, faz com que a gente tenha esperanças. Eu amo ajudar as pessoas, mesmo que eu não consiga, mas a minha parte eu faço, e quando eu consigo não há nada mais gratificante, saber que aquilo que eu escrevi serviu para alguma coisa.
Então resolvi criar este quadro para que vocês possam se abrirem comigo, para que vocês mandem qual a dor de vocês, pois a dor inspira, e eu escreverei uma resposta a vocês, um texto de ajuda, uma palavra amiga, e espero que a resposta ajude a todas, pois o que se passa no seu coração pode se passar em outros também. Se preferirem eu não coloco o nome de vocês, pois nem todos se sentem a vontade com seus sentimentos expostos.
Ás vezes pode ser que eu crie uma situação para fazer um texto em resposta, não sei se vocês irão mandar o depoimento de vocês, e quando não tiver nenhum eu criarei um tema que sei que pode acontecer com a gente, para manter o quadro atualizado.
Eu espero que este quadro ajude vocês, irei faze-lo com muita dedicação e carinho, e será postado uma vez na semana, ou até mesmo duas, depende da interação de vocês.
Por favor participem meninas, é só mandar o depoimento de vocês para o meu email: ulhyana.mota@hotmail.com e aguardar o post com a resposta.
Layout por Heloise Oliveira - Tecnologia Blogger